Destaque

Resenha: Soppy - os pequenos detalhes do amor (versão 2.0)

Miyazaki e suas obras

Sala Redenção exibe mostra Hayao Miyazaki

 Continuando...De Miyazaki a Studio Ghibli (parte 2)
Pra quem perdeu a primeira parte clique aqui e curta nossa pagina do Facebook Atelier Design


 Em 1971 trocou a Toei começou a trabalhar na produtora A-Pro, lá ele teve várias oportunidades de viagens ao exterior, pois trabalhava buscando comprar direitos comerciais de algumas obras internacionais. Foi em 1978 que Hayao ganhou a sua primeira direção de uma série de TV, Future Boy Conan (Mirai shônen Conan) e , em 1979 ele dirigiu seu primeiro longa-metragem animado, Rupan sansei: Kariosutoro no shiro, para a produtora Tokyo Movie.

Porém em 1982 enquanto trabalhava em seus filmes, escreveu e desenhou seu próprio mangá, que lhe deu reconhecimento internacional. E com o grande sucesso Miyazaki conseguiu juntar com Isao Takahata e abrir seu próprio Estúdio de animação, onde surgiram grandes sucessos, o Estúdio Ghibli.

Obs.: Vale lembrar que o mangá de Miyazaki levou 12 anos pra ser concluído, só terminando em 1994, seu nome era Nausicaä.

Anos depois, mas precisamente em 1996, a Disney viu a oportunidade para um grande negócio e fez um acordo, onde todos ganhavam. As longas-metragens do Estúdio Ghibli seria distribuída pela Disney fazendo essas animações chegarem a toda parte do mundo. E assim se deu como A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no kamikakushi, 2001)a Disney distribuiu cópias mundialmente, explodindo as bilheterias e posteriormente chegando até ganhar um Oscar por melhor animação. Em 2005 outro sucesso com O Castelo Animado (Hauru no ugoku shiro, 2004).


Guia Netflix Estúdio Ghibli

 Atualmente em seu ultimo trabalho encerrando sua carreira como diretor, Hayao Miyazaki, apresentou no 20 de julho 2013, Kaze Tachinu*, que é a história biografica ficcionalizada de Jiro Horikoshi, o designer do avião de caça Mitsubishi A6M Zero, que foi largamente fabricado pelo Japão na 2ª Guerra Mundial, também é parcialmente baseado na história de vida trágica de Tatsuo Hori, um escritor, poeta e tradutor do Período Shōwa, sobre uma jovem que contrai tuberculose e é enviada para um sanatório.

*"Sobe o vento", em tradução livre.
      
 Porém não podemos deixar de lado alguns clássicos, recomendo além de todos esses sitados. O Reino dos Gatos, também do Estúdio Ghibli, só que dirigido Hiroyuki Morita, ele trabalhou antes nos projetos dos longas de Akira e Lupin III. Mas se deliciem como essa animação de 2002, sobre uma menina preguiçosa, que num certo dia salva a vida um gato.

Fica a Dica!
Obrigado a todos que leram e bom filme!

Comentários