Novidades:
Procurando...

Que Brasil você quer para o futuro?

capa do texto
Essa pergunta invadiu as casas brasileiras nesse primeiro semestre de 2018. Mesmo sendo algo simples, vale essa pequena reflexão.

Particularmente, eu não sei dizer até que ponto ver vários depoimentos sobre os desejos de outros brasileiros em relação ao país seja eficiente para mudar algo sobre a política. Como cidadã, tenho a esperança de que essa ação provoque algum efeito nas próximas eleições.

Agora, como profissional da área criativa, essa sim vejo alguns benefícios. Mesmo que hoje, boa parte da população seja exposta a algumas experiências visuais (redes sociais, principalmente) – criar uma imagem é uma outra questão. Uma das causas disso, pode ser o analfabeto visual em boa parte da população. Analfabeto visual, em uma versão muito resumida é o seguinte: mesmo que boa parte dos ser humanos tenham a capacidade de ver, nem todos conseguem se comunicar via uma imagem – pois ela tem pouca prática ou estudou muito pouco o assunto (caso queira saber mais, recomendo a leitura de Sintaxe da linguagem visual, de Donis A. Dondis).

Ou seja, eu acredito que essa oportunidade gerada pela campanha foi um incentivo a mais para as pessoas produzirem pequenos vídeos. E melhor ainda, com uma "receita" simples de seguir: ter um cenário legal, gravar de dia e um pequeno roteiro. Infelizmente, nem todos vão compreender o porque dessas orientações. Contudo, eu gosto de imaginar que ela possa aprender um pouco (sem grandes compromissos, sabe?)

exemplo de gravação do video. Uma simulação em 3D de uma gravação para participar da campanha.
(Fotografia: G1)
OK, eu sei que gravar um vídeo hoje em dia é algo normal para a nossa sociedade – ainda mais para os mais jovens. Agora é capaz de ser um dos primeiros vídeos para a população mais antiga, ou sejam além dos jovens participam, como os mais velhos também. Pode ser exagero meu? Sim. Mas considerando a situação da internet brasileira, realmente é importante.

0 comentários:

Postar um comentário