Novidades:
Procurando...

Visualização de informações para pesquisas

Imagem do texto - curso "visualização de informações para pesquisas"
Recentemente, eu fiz um curso chamado "Visualização de Informações para Pesquisas" com os meninos do Pensar Infográfico (já comentei deles aqui antes, caso não tenha visto veja esse link).
Dessa vez o curso foi de um assunto mais específico (Ok, eu sei que infográfica já é um assunto específico). Explico: durante uma tarde de sábado, eu e um pequeno grupo de participantes vimos os tipos mais comuns de gráfico e analisando qual a melhor forma de apresentar - não me refiro a fazer um infográfico de alta complexidade, e sim daquele gráfico de barra bacana.


Algo que aos poucos percebo é que não adianta gerar um volume grande de informação e esperar que alguém leia - se a maneira que for apresentar não for clara. Um bom exemplo é o Big Data - um volume muito grande de informação, mas para trabalhar com ela é preciso tratar e apresentar de uma maneira que faça sentido a quem for ler. Informação por informação pode muito bem virar ruído (conceitos muito bem explicado em material de semiótica).

Esse curso cumpre o que promete: você não vai entender tudo que envolve a visualização de dados ou design de informação (até porque é pouco tempo para tanto assunto). Mas no momento em que for construir um gráfico, terá mais suporte para escolher. Tanto que algo que não tinha muito claro comigo era: a informação que você precisa vária com o gráfico. Por exemplo: caso eu tenha uma poupança e queira ver o quanto acumulei em 12 meses - posso apresentar essa informação num gráfico de linha ou num de barras. Contudo, em qual modelo a informação estará mais visível? (percebeu a diferença?)

Um outro exemplo da importância de saber construir um gráfico é esse GIF que Rafael e o Fabiano construiram no melhor estilo antes/depois:


Um exemplo do bom uso de gráficos é o jornal Nexo. Ele é um jornal que já foi criado para o universo digital, ou seja, nunca teve uma versão impressa anterior. E a linha editorial dele tem como foco mais a compreensão dos acontecimentos do que só falar de fatos. E um dos recursos que eles usam são os gráficos. Por exemplo, eles tem um gráfico que mostra a participação de mulheres no campo da ciência. Não são noticias no sentido de falar de um acontecimento, mas sim informações que enriquecem o leitor a ter uma opinião sobre certo assunto.
Eu escolhi fazer esse curso, pois por trabalhar com editorial e muitas vezes o material já vem pronto para mim. Contudo, ás vezes é importante adaptar na página ou refazer quando a imagem se encontra em má qualidade. Ou seja, eu preciso garantir nesses casos a melhor construção visual de informação. 
Caso queiram saber dos cursos antecipadamente, preencha esse formulário.

0 comentários:

Postar um comentário