Novidades:
Procurando...

Algures 11: Pensar Infográfico



Oi oi oi pessoal, de ante mão, viemos agradecer a organização do evento, Algures 2016, e aos alunos da UTFPR por proporcionar nossa participação nesse evento. Em homenagem a todos que nos apoiaram a participar dessa experiência escrevemos essa artigo.
Não prevíamos que ficaria lotada!

Estou me referindo a palestra, Pensar Infográfico, que aconteceu no Algures (Semana Acadêmica de Design da UTFPR). Para quem não conhece, este curso é ministrado por Fabiano de Miranda e Rafael Ancara, os dois são professores de Curitiba e possuem experiência na área de infográfica. E convenhamos, este não é o tipo de assunto que muita gente estuda.

Fotografia: Thayná Bressan

Fotografia: Thayná Bressan

Mesmo sendo só de 3 horas (o que é bem curto, pois o curso original é de 16 horas) foi muito bom. Pois além de explicar o que compõem um infográfico na sua parte técnica, por exemplo: uso de fotos, elementos pictóricos ou mapas. Eles ainda abordam até questões como: tipos diferentes de infográficos, foco que o material pode ter (por exemplo: educação ou para marketing) e até o processo de como um infográfico é feito (sim, envolve muito o processo de selecionar a informação e de como apresentar). 

Na imagem mostra parte da turma presente e ao fundo o slide inicial  com o título "Pensando Infográficos"
Fotografia: Thayná Bressan

A imagem mostra uma página do jornal Gazeta do Povo (carderno de esporte). No caso é sobre a colocação na tabela do Brasileirão do Atlético-PR
Infografia feito por Fabiano de Miranda para o jornal Gazeta do Povo

E também abordaram um pouco de história. Admito que nesta parte, eu fiquei um tanto surpresa, pois não tinha ideia de como este era um recurso antigo. Um bom exemplo é a imagem a seguir: o infográfico da marcha de Napoleão. Feito em 1861 por Charles Minard, ele demostra o tamanho da tropa que o Napoleão tinha quando partiu em direção a Moscou (demostrado na linha bege) e depois quando ele voltou (demostrado na linha preta). Também é possível perceber a direção tomada, a variação de altitude e a variação de temperatura. Assim, demostrando todos as dificuldades que a tropa passou.

Infográfico da marcha de Napoleão até Moscou. Na imagem mostra tanto o trajeto de ida quanto o de volta, além das mudanças de temperatura que a tropa teve que enfrentar.

Quem tiver a oportunidade, vale a pena ver o curso. Caso queira mais informações - clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário