Novidades:
Procurando...
Foto estilo selfie que aparece todos os participantes do workshop.

No final de junho, eu participei do workshop Formação de Preços e Negociação para Criativos, organizado na Bla Blu Lab, em Curitiba. O evento aconteceu na empresa Bla Blu e foi ministrado pelo Tulio Filho (designer e sócio da Agência Bla Blu). Dentro do cenário curitibano, Tulio é uma pessoa bem conhecida – não só pela sua empresa atender grandes clientes da região, como também por ele promove várias ações para fortalecer o mercado criativo.


O que me interessou pelo evento é justamente uma oportunidade para falar de finanças. Dentro da cultura brasileira, falar de uma maneira ampla e poder tirar dúvidas é algo no mínimo raro – eu mesma passei por uma mudança radical depois de ter lido esse livro (link aqui). O que o workshop oferece é passar 10 horas com alguém que possui mais de 20 anos de experiência na economia criativa e fazer várias trocas (tanto de conhecimento quanto de experiência). 

E não pense que fica restrito a uma planilha de excel. Como o próprio título informa, também abordado como: pontos importantes da negociação, como apresentar uma proposta de negócio e outros detalhes a mais (lógico, não vou dar spoiler). Ou seja, pra quem possui pouca experiência (que é o meu caso) são as 10 horas mais bem aproveitadas. E digo mais, creio que o assunto não esta restrito ao pessoal de design ou publicidade, como o próprio Tulio mostra no inicio de sua fala, a Economia Criativa é ampla e capaz de influenciar a macroeconomia, mesmo de uma forma menos exato comparado as outras áreas.

Um último adendo necessário é o fato do Tulio ser um ótimo anfitrião. Pois ele te recebe com muita simpática e um dos melhores mesa de café que já vi (não estou exagerando – tinha de salada de fruta até leite sem lactose). Parece que ele vai te receber em casa.

Caso ainda não saiba, eu, Nivia, trabalho no ramo editorial desde 2014. Eu já comentei nesse texto sobre diagramação, e neste relato, também, um pouco sobre a revisão. Para dar uma continuidade ao tema, vou explicar mais detalhes sobre a tríade.


Nessa semana, trazendo mais um Designer/Ilustrador. Nesse caso, trago um ex-colega de faculdade: Otavio Iarossi.
Postagem do instagram do Acervo NDesign com um texto e uma foto do Alexandre
Era dia 4/5 (sexta-feira) próximo das 17h. Eu estava no meio do experiente e dei aquela olhada no Instagram, quando vejo essa postagem do @acervondesign.
Capa do texto, composto por 3 livros: Pensar com os tipos / Alexandre Wollner /  BeaFeitler

 Acredite, ele está mais próximo do que imagina.

capa do texto, fonte: CCBB Rio

Essa exposição foi uma das primeiras visitadas desse ano e durante ela pude notar uma visão crítica a sociedade de consumo.

capa do texto
Essa pergunta invadiu as casas brasileiras nesse primeiro semestre de 2018. Mesmo sendo algo simples, vale essa pequena reflexão.


Capa do texto

Na área do design fala-se muito em criar peças, projetar produtos e ter ideias inovadoras. Até ai, ok. Mas já repararam que pouco se fala sobre ouvir?



Pra continuar o nosso especial das mulheres no Design (caso não saiba do que estou tratando, veja esse link e aproveita e conhece já Erika, nesse link aqui).


São 21h23 do dia 7. Amanhã é dia 8 de março.

E não vou mentir, ao meu ver esse é um dos textos mais complicados para ser escrito neste mês. Eu sei que durante todo o dia 8 a população será carregada de informações e análises sobre o que é ser mulher no século 21. Alguns deles analisarão a situação das mulheres com foco nas áreas econômica, social ou jurídica. Outros farão suas análises com base em assuntos mais complicados, como assédio, feminicídio, aborto etc. Em outras palavras, como produtora de conteúdo é difícil acertar qual o tom do texto.